Ruibarbo (Ref 495)

Mais Imagens

Ruibarbo (Ref 495)

R$1,73

Disponível: Em estoque

Sementes de Ruibarbo, Rheum rhaponticum, uma planta perene, de talos comestíveis, de alto poder digestivo.
Envelope com, aproximadamente, 30 sementes.
Descrição

Detalhes

Sementes de Ruibarbo, Rheum rhaponticum, uma planta perene não muito conhecida no Brasil. São utilizados os talos, que tem alto poder digestivo, além de saber amargo, muito utilizado na gastronomia gourmet, em geléias, tortas, compotas, etc

Muito utilizado na culinária, o sabor amargo dos talos é apreciado no preparo de doces, geléias e tortas. Não utilizar as folhas, pois são tóxicas.

Prefere clima frio e floresce especialmente na região da Mongólia, na Sibéria e no entorno do Himalaia -os rizomas e as "coroas" a partir dos quais os talos crescem têm a capacidade de sobreviver no solo congelado durante invernos muito rigorosos.

O ruibarbo possui grandes folhas, cujos pecíolos (os talos das folhas) são usados como alimento. Embora tenham um sabor azedo, os talos podem ser consumidos da mesma maneira que os talos do aipo. São, contudo, principalmente usados na confecção de alimentos adoçados, como o recheio de tortas, geleias, compotas e outras sobremesas. Há cultivares que possuem pecíolos avermelhados e outras que possuem pecíolos verdes. Outras espécies de ruibarbo são usadas apenas para fins medicinais e não devem ser usadas como alimento.

Consumo:

Essa planta herbácea nativa da China é adorada na Inglaterra e empregada no receituário de muitos outros países, como Itália, França e Rússia.

O consumo de ruibarbo é usado como um excelente digestivo, estimulante do fígado, laxante e estomáquico, sendo indicado, inclusive, para tratamento de atonia gástrica que vem acompanhada de constipação. Além disso, pode ser usado no tratamento de prisão de ventre, amenorreia, coágulos no sangue, diarreia, icterícia, disenteria, coágulos no sangue, feridas na boca, vermes, queimaduras, sintomas da menopausa e no tratamento de hemorroidas. Quando associada ao Ácido Acetil Salicílico, também conhecido como AAS, pode ser eficaz no tratamento de gengivite e estomatite.

Entre suas propriedades encontramos sua ação como laxante, estomáquico, digestivo, tônico estomacal, antisséptico, anti-inflamatório, antibacteriano, adstringente e anti-helmíntico.

Como consumir?

Para tratamento de febre, queimaduras e feridas na pele, faça um chá de ruibarbo e aguarde até amornar. Em seguida, umedeça um pano limpo com ele. Aplique nas regiões afetadas. Não precisa enxaguar.

Para limpeza bucal e feridas na boca, o mesmo chá deve ser usado para bochecho uma vez ao dia.

Como preparar o chá?

Em um recipiente, coloque um litro de água e duas colheres de sopa do caule de ruibarbo. Em seguida, leve ao fogo e deixe cozinhar, após alcançar fervura, por cerca de dez minutos. Passado esse período, desligue o fogo e tampe, deixando repousar por mais cerca de dez minutos. Quando amornar, coe e consuma em uma dose entre duas e três xícaras por dia.

Contraindicações

O consumo é contraindicado para pacientes com cálculo renal ou gota, uma vez que tem alto teor de oxalato. Além disso, mulheres gestantes ou em período de amamentação não devem consumir o ruibarbo sem orientação médica.

O consumo deve ser observado para quem o usa na alimentação, pois pode dificultar a absorção de ferro.

Atenção: antes de consumir qualquer medicamento natural ou industrializado, procure indicação médica.

Fonte de indicação de consumo: Remedio Caseiro

Clima

O ruibarbo necessita de regiões com clima frio ou ameno para seu cultivo, pois geralmente não suporta altas temperaturas. Esta planta precisa passar um período de tempo em temperaturas abaixo de 5°C para quebrar a dormência no inverno. A exigência em dias de baixas temperaturas para quebra da dormência das plantas varia conforme a cultivar.

Luminosidade

O ruibarbo cresce melhor se receber luz solar direta pelo menos por algumas horas diariamente, mas pode tolerar um ambiente com sombra parcial, desde que haja boa luminosidade.

Ruibarbo com flores

Ruibarbo florescendo - imagem original: Dyogi 

Solo

Cultive em solos férteis, profundos, bem drenados, ricos em matéria orgânica e ricos em nitrogênio. Esta planta tolera vários tipos de solo, crescendo bem inclusive em solos argilosos pesados. O pH ideal do solo é de 6 a 7.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo úmido, mas sem que fique encharcado.

Ruibarbo brotando

Ruibarbo brotando em um vaso - imagem original: Smabs Sputzer

Plantio

O plantio pode ser feito por sementes, embora nem sempre o resultado seja satisfatório. Semeie em canteiros com fileiras espaçadas de 30 cm, a aproximadamente 2,5 cm de profundidade. Quando germinarem, deixe as mudas espaçadas por 15 cm, cortando as excedentes.

O ruibarbo pode ser cultivado em vasos grandes (com pelo menos 35 cm de diâmetro).

Ruibarbo cultivado em vasos

O ruibarbo pode ser cultivado em vasos grandes - imagem original: nociveglia

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos, pelo menos durante os primeiros meses de crescimento da planta em cada ano.

Para aumentar a produtividade, as inflorescências podem ser cortadas assim que começarem a surgir.

Para obter talos de sabor mais suave, um branqueamento das folhas pode ser feito no fim do inverno ou início da primavera. Para isso são colocados grandes vasos ou recipientes cerâmicos apropriados, com no mínimo 45 cm de altura, de forma que as folhas brotem e cresçam privadas de luz até a colheita.

Cerâmicas usadas no branqueamento do ruibarbo

O ruibarbo pode ser branqueado cobrindo a planta quando esta está brotando. Para isso são usadas estas cerâmicas apropriadas ou vasos grandes virados para baixo. - imagem original: Miles Sabin

Colheita

A colheita das folhas pode ser feita na primavera e no começo do verão a partir do segundo ano do plantio, evitando colher no primeiro ano para que as plantas possam ficar mais vigorosas. Em cada colheita podem ser retiradas de um terço a até metade das folhas, deixando o restante na planta. Se todas as folhas forem retiradas, a planta demorará mais tempo para se recuperar e apresentará baixa produtividade. Retire cada folha destacando o talo na base.

Apenas os talos (pecíolos) podem ser consumidos, a folha (o limbo da folha) contém muito ácido oxálico e também contém outras substâncias tóxicas.

Fonte: Hortas Info




Imagens de Cultivo: Isla

Informações Adicionais

Informações Adicionais

Peso líquido em gramas 0.5
Unidades na embalagem 1 Envelope com sementes
Fabricante Isla Sementes
Número aproximado de sementes na embalagem 33
Produto Semente
Nome botânico Rheum rhaponticum
Nome popular Ruibarbo
Clima Equatorial, Subtropical, Temperado, Tropical, Tropical de Altitude
Luminosidade Sol Pleno, Meia Sombra
Altura da planta 1.8 a 2.4 m
Espaçamento 38 a 45 cm entre plantas
Cor das flores Branco
Cor da folhagem Verde
Época de plantio Inverno, Outono, Primavera, Verão
Características Medicinal, Pode ser plantada em vasos, Raízes comestíveis
Comentários

Você também poderia estar interessado

Calcule o Frete

Informe o CEP de destino para calcular o valor da entrega.

Quem comprou este produto, comprou também: